Bicicleta – alternativa após desconfinamento

    A procura por bicicletas disparou durante o período de confinamento em Portugal, como no Mundo. A bicicleta foi o equipamento preferido dos portugueses para realizarem exercício físico durante a quarentena. Este aumento significativo reside, sobretudo, no facto de ser possível a prática do habitual exercício físico, em cumprimento com todas as regras e recomendações impostas pelas autoridades nacionais.

    A verdade é que, para além dos benefícios para a saúde e bem-estar, andar de bicicleta dá-nos uma sensação de liberdade única e permite apreciar todas as paisagens e aromas que, de uma outra forma, passariam despercebidos.

    Fique a saber as dicas essenciais antes de iniciar a sua viagem de bicicleta.

     

    •  Cumprir as normas de segurança

     

    Há certas normas que, se não forem cumpridas, podem dar origem a multa. Por exemplo, andar de bicicleta sem documentos pode dar origem a multas pesadas. Além disso, existem outras questões a ter em atenção, como por exemplo, o capacete e seguro, que não sendo obrigatórios, são aconselháveis pela sua segurança. Descubra as 7 coisas que tem de saber se gosta de pedalar.

     

    •  Transportar a bicicleta corretamente

     

    Consulte sempre as regras e condições de transporte de bicicletas em conformidade com a lei. Ao levar a bicicleta no seu carro, deve ter atenção o seguinte:

    – Transportá-la no tejadilho. Também pode colocar na retaguarda do carro desde que não exceda a largura (não pode ultrapassar 450 mm para além do tamanho do veículo);

    – Não tape a matrícula nem os dispositivos de sinalização e de iluminação do carro.

    •  Planear o percurso

     

    Antes da viagem, faça sempre uma pesquisa e planeie o seu percurso.

    – No site Visit Portugal, o Turismo de Portugal disponibiliza uma seção dedicada ao ciclismo, que se encontra dividida em função das paisagens ou do tipo de viagem que se pretende fazer (por cidades, vilas e aldeias, por montanhas e serras, etc.).

    – O site Portuguese Trails, dedicado exclusivamente ao setor walking e cycling, disponibiliza informações sobre rotas, regiões ou programas de ciclismo já definidos (com diferentes graus de dificuldade e para todos os tipos de bicicleta).

    Dar a Volta, da Associação de Promoção da Atividade Física e Mobilidade Ativa, dedica-se a promover campanhas de sensibilização sobre o valor do turismo de bicicleta. O site disponibiliza informação sobre viagens e passeios, ecopistas de norte a sul do país ou a conciliação da bicicleta com outros transportes.

     

    •  Assegurar as condições necessária antes de partir

     

    – Ponha a bicicleta à sua medida: A altura e posições do selim, espigão, avanço e guiador são fundamentais para definir o conforto da sua viagem. Escolha o selim ideal para si e certifique-se que a bicicleta está adequada à sua altura e peso.

    – Tenha cuidado: Tendo em conta a pandemia do Covid-19, lembre-se de levar consigo álcool gel para desinfetar as mãos e um desinfetante para que possa fazer o mesmo com a bicicleta. É também fundamental levar máscaras reutilizáveis e/ou descartáveis. Além disso, procure respeitar a distância de segurança e manter as regras de etiqueta respiratória. Procure também manter-se sempre informado sobre a evolução da pandemia.

    – Respeite o ritmo de cada um: uma viagem de bicicleta não tem de ser uma corrida ou uma competição. Lembre-se que cada pessoa tem o seu ritmo e isso deve ser respeitado.

    – Não salte refeições: Alimente-se bem, leve snacks consigo e mantenha-se hidratado.

     

    Prepare-se para pedalar e desfrutar de passeios cheios de natureza com o nosso cliente Bikesul. Escolha o passeio que mais lhe agrada, desde passeios ao pôr-do-sol a passeios por locais mais remotos ou aproveite para alugar uma bicicleta e embarcar numa aventura única. Descubra aqui a rede de percursos de ciclismo que o Algarve oferece.