PIB pode subir 4,8% este ano, prevê o Banco de Portugal

    Fabio Coelho

    O crescimento da economia portuguesa no horizonte 2021-2023 foi revisto em alta pelo Banco de Portugal (BdP). O PIB deverá crescer 4,8% em 2021, 5,6% em 2022 e 2,4% em 2023.

    Esta subida do PIB significa que a economia portuguesa está a recuperar melhor do que o previsto inicialmente, isto segundo a instituição liderada por Mário Centeno, que até à data se afirma como a instituição mais otimista em relação à recuperação económica pós-pandemia. A previsão foi anunciada esta quarta-feira, pelo Banco de Portugal, num comunicado relativo ao boletim económico de junho.

    Segundo as previsões do BdP será já na primeira metade de 2022 que a economia portuguesa estará ao nível da que se encontrava em 2019.  De forma mais concreta, a previsão divulgada pelo Banco de Portugal espera que o PIB cresça 4,8% em 2021, 5,6% em 2022 e 2,4% em 2023. No boletim em causa ainda se pode verificar que o consumo privado poderá crescer 3,3% este ano e 4,9% no próximo.

    Os dados relativos à componente empresarial entusiasmam pois a área “deverá crescer 6,4% em média anual, suportada pelas condições financeiras favoráveis, pelos fundos europeus, pela recuperação da procura e pela gradual redução da incerteza”, refere o Banco de Portugal em comunicado.

    A nota mais positiva vai mesmo para o investimento público no qual se espera um crescimento médio de 20%, muito impulsionado pelo recentemente aprovado, PRR português.

    Por outro lado, numa perspetiva mais negativa, prevê-se que a taxa de desemprego possa registar um ligeiro aumento durante o ano de 2022, e também “a recuperação das exportações de serviços será mais lenta”, pode ler-se no comunicado, onde poderá encontrar informações mais detalhadas sobre o boletim económico de junho do Banco de Portugal.

    Fonte: BdP, Boletim de Junho

    Aproveite o crescimento da economia portuguesa!

    Planeie já o seu negócio

    info@neomarca.pt | 289 098 720 | 915 990 790