Banco de Portugal divulga projeções para a economia portuguesa 2016-2018

    Banco de Portugal divulga projeções para a economia portuguesa 2016 2018

    O Banco de Portugal (BdP) divulgou, no passado dia 30 de março, as projeções para a economia portuguesa para 2016-2018. As projeções para a economia portuguesa apontam para a continuação de um crescimento moderado da atividade económica, globalmente em linha com a evolução atualmente projetada para o conjunto da área do euro.

    Para 2016 antecipa-se um crescimento de 1,5%, semelhante ao registado em 2015. Em 2017, a economia portuguesa deverá acelerar para 1,7%, refletindo o dinamismo do investimento e das exportações. No biénio 2016-2017 o consumo privado estará influenciado pelo conjunto de medidas incluídas no Orçamento do Estado para 2016. Relativamente a 2018, projeta-se um abrandamento da atividade para 1,6% o que traduz a manutenção de constrangimentos estruturais sobre o crescimento potencial da economia portuguesa, com destaque para o elevado endividamento dos setores privado e público.

    Após um crescimento de 5,1% em 2015, as atuais projeções para as exportações de bens e serviços apontam para um aumento de 2,2% o em 2016 e uma aceleração para taxas em torno de 5% em 2017 e 2018, respetivamente.

    Face ao Boletim Económico de dezembro, a atual projeção do BdP revê em baixa o crescimento do PIB para 2016. Para 2017, a projeção de crescimento do PIB é ligeiramente revista em baixa, refletindo a revisão em baixa do investimento, decorrente de uma reavaliação do perfil de investimento ao longo do horizonte de projeção. Por seu turno, quer o consumo público quer o consumo privado foram ligeiramente revistos em alta.

    Após a redução de 0,2% em 2014, a inflação medida pela taxa de variação do índice harmonizado de preços no consumidor (IHPC) aumentou 0,5 por cento em 2015, projetando-se um crescimento dos preços semelhante em 2016 e uma aceleração em 2017 e 2018.

    Fonte: Banco de Portugal