Candidaturas abertas Inovação Produtiva COVID-19

    O  Sistema de Incentivos Inovação Produtiva – COVID 19 – Projetos Individuais visa apoiar empresas que pretendam estabelecer, reforçar ou reverter as suas capacidades de produção de bens e serviços destinados a combater a pandemia COVID-19. As candidaturas estão abertas até ao próximo dia 29 de maio de 2020.

    Despesas Elegíveis

    •  Custos de aquisição de máquinas e equipamentos, bem como custos com a adaptação de equipamentos e com a reorganização de linhas de produção e custos de matérias primas; 
    • Custos de aquisição de equipamentos informáticos, incluindo o software necessário ao seu funcionamento; 
    • Transferência de tecnologia através da aquisição de direitos de patentes, nacionais e internacionais; 
    • Licenças, «saber-fazer» ou conhecimentos técnicos não protegidos por patente; 
    • Custo com a construção de edifícios, obras de remodelação e outras construções, até ao limite de 50% das despesas elegíveis totais do projeto; 
    • Despesas com a intervenção de contabilistas certificados ou revisores oficiais de contas, na validação da despesa dos pedidos de pagamento, até ao limite de 5.000 euros; 
    •  Software standard ou desenvolvido especificamente para determinado fim; 
    • Estudos, diagnósticos, auditorias, consultoria técnico-científica, planos de marketing e projetos de arquitetura e de engenharia, associados ao projeto de investimento; 
    • Testes e ensaios laboratoriais, certificações e avaliações de conformidade, essenciais para o desenvolvimento do projeto de investimento. 

    Prazo máximo de execução: 6 meses
    Financiamento: Incentivo Não reembolsável (fundo perdido) até 80%, podendo ser majorado em 15% se o prazo de execução for de 2 meses após decisão
    Análise e Decisão: 10 dias
    Pagamento: Após assinatura do Termo de Aceitação, adiantamento automático de 50%

    Pretende candidatar a sua empresa?

    Para mais informações entre em contacto com a nossa equipa: info@neomarca.pt ou 289 098 720.

    Objetivos
    Apoiar empresas que pretendam estabelecer, reforçar ou reverter as suas capacidades de produção de bens e serviços destinados a combater a pandemia do COVID-19, incluindo a construção e a modernização de instalações de testes e ensaios dos
    produtos relevantes fazer face à COVID-19, para suprir as necessidades da sociedade atual, redirecionando, ainda que de forma temporária, a sua atividade para essa produção ou alavancando a sua capacidade produtiva existente em bens e serviços relevantes do COVID – 19.

    «Bens e serviços relevantes para fazer face à COVID -19»
    Medicamentos e tratamentos relevantes (incluindo vacinas), seus produtos intermédios, princípios farmacêuticos ativos e matérias -primas; dispositivos médicos e equipamento médico e hospitalar (incluindo ventiladores, vestuário e equipamento de proteção, bem como instrumentos de diagnóstico) e as matérias -primas necessárias; desinfetantes e seus produtos intermédios e substâncias químicas básicas necessárias para a sua produção e ferramentas de recolha e processamento de dados.