O setor do Turismo continua a ser a maior atividade exportadora do País. Em 2019, as unidades hoteleiras receberam 26,9 milhões de hóspedes, mais 7,3% do que o ano anterior. As dormidas em 2019 subiram 4,1%, para 69,8 milhões, das quais 21,1 milhões foram de turistas nacionais. O Algarve foi a região que registou o maior número de dormidas,  20,9 milhões.

     

    Cinco tendências a ter em conta:

    1- mais do que viajar para um local o turista  quer viver o local, quer estar envolvido com a comunidade na sua experiência turística tanto a nível de comunidade como a nível ecológico,

    2- preocupação com o impacto ecológico – há uma maior procura por serviços eco-friendly;

    em 2019, mais do que viajar para um local, o turista quer viver o local

    3- 9 em cada 10 viajantes consideram importante a consulta de reviews antes de fazer uma reserva;

    4- ser digital nomad friendly – serviços que disponibilizem wi-fi, tomadas distribuídas pelo espaço, carregadores e adaptadores, tudo o que facilite o turista digital nomad;

    5- experiências o mais personalizadas possível, através de um acompanhamento constante, antes, durante e depois da viagem, através de plataformas de messaging como os assistentes de voz, chat bots e até inteligência artificial.

    As nossas áreas de atuação

    • consultoria de marketing;
    • consultoria para a gestão de recursos humanos;
    • linhas de financiamento ao investimento;
    • análise de mercado.

    Portugal ultrapassou pela primeira vez a marca de 21 milhões de turistas (hóspedes)

    – Ritmo de crescimento das receitas turísticas (+9,6%) e dos proveitos globais​​ (+7,3%) mais acelerados que o aumento de hóspedes (+3,8%) em 2018.

    ​- Diversificação de mercados:​ crescimentos expressivos em 2018, do mercado americano (+​21,9% hóspedes) e brasileiro (+12,4% hóspedes).

    – Crescimento mais acelerado do mercado interno em 2018 (+5 % ​hóspedes nacionais) em relação ao mercado externo (+​3% hóspedes estrangeiros).