Setor Agro-Alimentar | Exportações

    Setor Agro Alimentar

    O volume de exportações aumentou em relação ao ano anterior.

    Por exemplo nas empresas de produção e comércio de produtos agrícolas, aumentou 23% em 2017, em relação ao ano anterior.

    Esta é a conclusão como resultado da análise efetuada às declarações anuais (IES) que as empresas reportaram em relação a 2017.

    O setor conta com cerca de 5.900 empresas, que no seu conjunto faturaram 3,349 mil milhões de euros, sendo que as 1.000 maiores empresas (16,7%) do setor representam 2,867 mil milhões de euros de volume de negócios (85% do total).

    empresas exportadores postos de trabalho


    Qualquer que seja o seu objetivo, podemos encontrar soluções integradas e oportunidades de crescimento para o seu negócio. Por exemplo: produção de novas espécies, introdução e/ou exposição no mercado alimentar internacional, qualificação de produtores, processos e serviços, exportações. Saiba mais sobre o setor agroalimentar.

    Nos anos entre 2013 e 2017, as exportações contabilizadas na IES das empresas registaram um crescimento contínuo. Então passaram de 246 milhões em 2013 para 437 milhões de euros em 2017, o que resulta um crescimento de 77% em cinco anos, ou seja, uma média superior a 15% ao ano.

    Esta tendência tem sido acompanhada pelo número de empresas exportadoras. Em primeiro lugar passaram de 605 em 2013 para 762 em 2017 (um aumento superior a 25% no número de operadores com vendas para o exterior).

    evolução das exportações

    Em segundo lugar, registo também para o aumento do número de postos de trabalho nas empresas do setor. Da mesma forma que passou de 7698 em 2013 para 11.029 em 2017, o que corresponde a um aumento superior a 43% no espaço de 5 anos.

    distribuição de empresas por região

    As empresas exportadoras estão maioritariamente localizadas na região Norte (34,3%) e em Lisboa (24,9%), consequentemente o Alentejo (19%), Centro (13%) e Algarve (8,4%).

    Como resultado, registaram um VN de 1,858 mil milhões de euros, onde quase 50% das empresas tem sede em Lisboa. Seguido do Norte (21%), Alentejo (13%), Algarve (9%) e Centro (6%).

    volume de negocios por região

    Nota: a análise foi efetuada através do acesso aos dados registados na base de dados SABI. Data até 6 de agosto de 2018, ou seja data posterior à data limite para entrega das declarações da IES). Portanto foram considerados os dados das empresas registadas com os seguintes CAE: 011, 012, 013, 0163, 4631.
    Saiba como podemos fazer crescer o seu negócio, contacte-nos: info@neomarca.pt.